Volta às aulas: 8 passos para gastar menos e se dar bem na compra de material escolar

Consumo Educação Financeira Finanças Pessoais

Escrito por Jusivaldo Almeida, 14/01/2019

Início de ano é sempre igual, contas velhas, gastos novos. Juntamente com os impostos do imóvel (IPTU) e do carro (IPVA), chega a volta às aulas e os gastos escolares com materiais, matrícula, rematrícula, uniforme, transporte etc. A grande questão é: Como se planejar para este momento sem entrar no vermelho? Como gastar menos com material escolar?

Não existe milagre, tem que existir um planejamento para este momento. Você terá de avaliar os hábitos de consumo e abrir o diálogo sobre as finanças em família envolvendo os filhos. Também será recomendável conectar-se com outros pais, com a escola e, principalmente, não comprar produtos caros promovidos pelo marketing e nunca esquecer de pedir o desconto no pagamento à vista. Como especialista, espero ajudá-lo nesta construção, vamos lá:

1. Como está a saúde financeira da sua família?

Nunca vá às compras sem saber exatamente como estão os seus compromissos financeiros do ano.

Se ainda não sabe, recomendo a você ler o meu artigo sobre planejamento financeiro pessoal.

2. Materiais e uniformes com pouco uso, você já pensou nisso?

Recomendo fortemente fazer um balanço dos materiais escolares do ano anterior, assim como do uniforme. Descobrirá que alguns deles poderão ser aproveitados, outros poderão ser até vendidos, trocados, emprestados ou doados para amigos de seus filhos. É uma ótima alternativa de economia. Como exemplo, cito os livros paradidáticos, que são leitura obrigatória. Você poderá reduzir seus gastos em até 50%, fale com os amigos, consulte os sites de vendas pela internet.

3. Cuidado com lista de material, use uma lupa!

Você já tem um balanço dos materiais em boas condições de uso, agora basta avaliar criteriosamente a lista da escola e comprar só o necessário. Mas atenção:

• Não compre! Itens de uso coletivo, como copos, talheres, higiene, pois são despesas do negócio da escola.

• Venda casada não pode! A escola não pode exigir a compra de material com marcas específicas nem obrigar a compra na própria escola.

Se identificar na lista as situações acima, reúna-se com outros pais e solicite à escola uma nova. Na recusa, denuncie ao Procon.

4. Pesquisar lojas e sebos, vale a pena!

A internet está aí para ajudar você a economizar tempo e dinheiro. Use e abuse das pesquisas eletrônicas. É possível comparar lojas e produtos, tudo no conforto do seu lar. Nessa pesquisa inclua os sites das editoras de livros didáticos e também os sebos. Pense nisso!

5. Busque apoio da escola, compre nos feirões de livros.

A escola deve ser parceira dos pais neste momento, tente conseguir a realização de feirões de livros na própria escola. Assim você e as outras famílias poderão promover a doação, a troca ou a venda de livros, uniformes e outros materiais por valores simbólicos. Essa será uma atitude sustentável para seu bolso e para o ambiente!

6. Comprar no atacado é sempre melhor que no varejo, avalie!

A união faz a força! Já ouviu esta frase? Então é simples, junte-se a outros pais nestas ações e, com uma lista de material bem definida, busque fazer a compra em atacados, pois estes normalmente apresentam preços menores que as do varejo.

7. Pagar à vista ou parcelado?

Pague sempre à vista e com desconto! Mas antes veja sua situação financeira e tenha a certeza de que o dinheiro não irá fazer falta para as demais despesas do dia a dia. Se estiver no vermelho, parcele, mas de preferência sem juros.

8. Prepare-se para o ano que vem.

Se você não pode seguir todas as orientações acima, sem problema, minha orientação final é que você pense em poupar e investir para esse período durante todo o ano. Dessa forma, no ano seguinte terá criado um bom hábito e uma organização financeira que lhe darão boas economias. Lembre-se de que todo ano tem impostos e volta às aulas.

Planejar é necessário, acredite!

Sobre o Autor:

Jusivaldo Almeida dos Santos é sócio-fundador da JSantos Consultores, consultoria especializada em fundos de pensão, Coach Financeiro e Previdenciário, Contador, Conferencista, Escritor, professor convidado de curso de pós-graduação na USP-SP, instrutor da Universidade Corporativa UNISINCOR em disciplina de Finanças Pessoais. É vice-presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e Consultor e Conselheiro de fundos de pensão. Mestrando em Educação Financeira pela FCU –  Florida Christian University – EUA, com pós-graduação em Educação e Coaching Financeiro, especialista em Ciências Comportamentais, Atuariais e Comunicação. Profissional do segmento de previdência complementar há 24 anos. É ainda mentor e editor do blog e canal no YouTube “Dinheiro & Futuro”, com foco em finanças e previdência. É fonte de informações e concede entrevistas a programas jornalísticos como “Jornal da BAND”, “Jornal da RECORD”, “Jornal a TRIBUNA de SANTOS e Jornal ESTADÃO de São Paulo” e jornais e anuários de grandes fundos de pensão do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou de nossa publicação?

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades do site diretamento no seu email!

Sobre Nós

Dinheiro & Futuro

O Blog e canal Dinheiro & Futuro é uma iniciativa da JSANTOS Consultores Associados, fundada pelo educador financeiro e previdenciário Jusivaldo Almeida.

Redes Sociais

Indicadores Financeiros

PerfisJan/19ANO12 Meses36 Meses
IPCA (inflação)0,32%0,32%3,78%12,45%
CDI (bruto)0,54%0,54%6,38%32,68%
IBOVESPA (Bolsa de Valores)10,82%10,82%14,70%141,06%
Poupança0,37%0,37%4,59%20,48%